Sunday, May 04, 2014

#Discriminação


O mundo e’ aquilo que dele fazemos e poderia ser bem melhor, se fossemos mais  conscientes das consequencias de nossos atos.

Avançamos tecnologicamente, mas moralmente ainda estamos tão atrasados. E’ surpreendente estarmos na era da nanotecnologia, da fisica quantica, das viagens espaciais e ver um grande contraste nas atitudes das pessoas, nos deparando com pensamentos ignorantes, primitivos, discriminatorios, seja por natureza religiosa, orientação sexual, idade, racial ou de nível social. Esquecem-se esses que, todos nós viemos a este mundo da mesma maneira, e do mesmo modo, nossos corpos apodrecerão amanhã em covas, que mesmo feitas de pedras preciosas, igualara’ a todos. Assim, confirmando que, a única coisa que nos diferencia, e’ a maneira que vemos o mundo e como nele nos conduzimos.

No entanto, ainda continuamos a valorizar muito aquilo que valor nenhum possui:
Aparencias: corpos malhados, belezas plasticas de mentes vazias e corações carentes de afeto, com egos confortados pelo que vê no espelho ou pelos falsos elogios dos invejosos;
Status sociais: falsamente embasado por um diploma, um emprego de poder, dinheiro no banco, coisas importadas, viagens caras, sustentados por créditos fictícios que, a qualquer momento, podem estar sujeitos as serem dizimados por mentes governamentais ambiciosas e egoístas ou por uma economia instável;
Racial: prefirimos esquecer os fatos confirmados pelo tempo, em que a raça branca, foram os principais produtores de sofrimentos que ocorreram em muitas das histórias da humanidade e que se simplesmente arrancassemos nossas proprias peles, não conseguiriamos enxergar as diferenças. O mundo e’ feito de muitas cores.
Orientação sexual: pensamentos altamente discriminatórios, demostrando psicologicamente um quadro patologico de dualidade oculta, frustrações mal resolvidas, muitas vezes baseadas em crenças impostas.

Desfazemos do proximo por  um supérfluo mundo que criamos, onde sentimos uma falsa alta-estima,  acreditando-nos ser de certa forma, melhores do que aqueles que julgamos e discriminamos. Tudo isso, por coisas que a traça come, o ladrão rouba e que a ferrugem  destruira’ um dia.

Estamos cegos para enxergar o essencial nas pessoas,  aquilo que dinheiro nenhum podera’ comprar, que plástica cirurgica nenhuma podera’ reproduzir e nunca se encontrara’numa prateleira de shopping center: ‘a beleza interior, a moral e o caráter’.

Ainda rotulamos as pessoas como se elas fossem coisas, vivemos valores invertidos onde muitos prezam as convenções; O absurdo virou normal, o imoral virou entretenimento na TV e em sites virtuais. Fortalecemos o mal que vige, divulgando-o  em notícias,  em vez das boas obras que são feitas em anonimato. Julgamos rapidamente antes de colocar o pe’ no sapato do outro, para compreender o que o levou a ser ou fazer o que foi feito. 

Perdemos o senso de ética, triste constatação...porque nao e’ preciso ser um religioso pra saber que:
• é ético fazer o bem sem escolher a quem;
• é ético respeitar as diferenças , o indivíduo, o direito do outro;
• é ético dar aos outros o que gostariamos de receber se estivessemos em seu lugar;
• é ético dividir o pão com quem tem fome;
• não é ético apontar os dedos  e tratar diferente uma pessoa simples ao adentrar uma loja de grife ou um restaurante de luxo;
• Não é ético compartilhar com a falta de respeito e descaso ao ser humano, seja ele quem for;

Se com amor, ja esta' tão dificil vivermos nesse mundo, sem ele, estaremos envolvidos num emaranhado de loucuras,  em que as discriminações tomam conta das mentes  causando tanta dor.  Somos certamente responsaveis pelas desigualdades no mundo e não  devemos ficar em silêncio, diante de uma injustica, mas acima de tudo, devemos exemplificar o melhor em nós; “Seja a diferença que você quer ver acontecer no outro”.

"Enquanto nos recusarmos a estar de acordo com esta realidade, por medo de ir contra uma falsa interpretação da verdade, as palavras que professamos não significarão nada, se não puderem ser sustentadas através do tempo, pela razão. E o tempo, esse amigo fiel, desmascarara’ tudo o que não está de acordo com a ‘Lei do Amor’, revelando o quão pequeno eram os nossos pensamentos, e como eles contribuíram para perpetuar muito sofrimento. Porque o mundo gira, e numa dessas voltas teremos de nos enfrentar no espelho".

Eliminemos pois em nós, qualquer tipo de discriminação herdada, para não reproduzirmos este mundo de desigualdades, na mente de nossas crianças; Porque só o Criador detém a verdade absoluta e o direito de julgar.

“Pior do que a opressão e’ a submissão a pensamentos alheios. Não se deve esquecer que, qualquer tipo de discriminação é uma perseguição ilegal e imoral".

by Jacky Sewell